AS GRANDES ROTAS DE VIAGEM por Maria Fernanda Brando!

title_viagem

Hey girls!

Recuperadas do carnaval? rs!

Para dar o start pós-feriado hoje trazemos uma matéria super bacana que a Maria Fernanda escreveu para o Jornal O Pinhalense e que tem tudo a ver com a nova coleção da Animale que está na loja.

Camel caravan. Libya Sahara sandy desert Mourzouk Erg.

As grandes rotas pelo mundo sempre fascinaram viajantes e exploradores ao longo dos séculos e continuam nos atraindo até os dias de hoje. Longas viagens de trem como as do lendário Expresso do Oriente, que ligava Paris a Istambul e transportava nobres, diplomatas e celebridades em vagões luxuosos no início do século XX, evocam ao mesmo tempo romantismo e aventura, além de muito glamour. Em seus traçados originais, o trem percorria mais de 3.000 quilômetros e passava por Estrasburgo (França), Viena (Áustria), Budapeste (Hungria) e Bucareste (Romênia), onde se pegava outro trem até Varna (Bulgária), e finalmente se atravessava o Mar Negro de balsa até Istambul, já na Turquia. Em 1889, o trecho passou a ser totalmente ferroviário, com duração de quase 3 dias, um avanço para uma época em que a aviação comercial não oferecia alternativas acessíveis, ou sequer viáveis, para trajetos longos como este.

Camel caravan. Libya Sahara sandy desert Mourzouk Erg.

Outras rotas, as comerciais, milenares, são igualmente incríveis. A Rota da Seda, que ligava a China ao Ocidente, tinha cerca de 8.000 quilômetros, percorridos ao longo de meses de viagem há mais de 2 mil anos. O traçado, que começava em Ch’ang-an (atual Xian) e terminava em Constantinopla, atual Istambul, gerou toda uma rede de comércio e troca de informações entre a Ásia e a Europa. O viajante mais ilustre desta rota foi Marco Polo, filho de um mercador que nos anos 1270 aos 20 anos de idade, foi numa expedição de Veneza até a China (com o pai e o tio), onde ficaram por aproximadamente 16 anos, trabalhando e viajando. Estas peripécias foram mais tarde contadas em seu livro, o Livro das Maravilhas, atualmente As Viagens de Marco Polo, um dos relatos mais lidos do mundo (apesar de vários estudiosos identificarem inconsistências ou até mesmo fantasias em relação à realidade, o que não é difícil visto que os manuscritos originais se perderam e várias versões foram escritas entre o ano de 1351 até recentemente).

Camel caravan. Libya Sahara sandy desert Mourzouk Erg.

Rotas ligadas ao esporte e à aventura também são fantásticas. O Rali Paris-Dakar, famosa competição automobilística, teve seus primórdios em 1979 quando conectava Paris até Dakar, no Senegal, atravessando o deserto do Saara, um percurso de aproximadamente 10.000 quilômetros percorridos em 20 dias. O trajeto perigoso por França, Argélia, Marrocos, Mauritânia, Mali e Senegal, que submetia pilotos a temperaturas extremas e condições árduas de terreno aliadas à segurança duvidosa na região (instabilidades políticas na África e ameaças de terrorismo) levaram a organização do evento a oficialmente mudar a corrida para a América do Sul em 2009, o que certamente afetou sua imagem mítica.

Para quem gosta de se aventurar e fazer longas viagens pelo Brasil e pelo mundo de carro, trem, navio ou avião (ou tudo junto na mesma viagem), quando o trajeto vale mais do que os destinos efetivamente, há varias opções que passam por cidades interessantes e paisagens de tirar o fôlego, e que podem ser uma ótima alternativa para fugir do lugar-comum. Abaixo alguns roteiros deste tipo:

Camel caravan. Libya Sahara sandy desert Mourzouk Erg.

1) São Paulo, Brasil até Santiago, Chile – feito em carro por estradas bem conservadas, o percurso de 3.900 quilômetros, passa por São Miguel das Missões, no Rio Grande do Sul, Buenos Aires e Mendoza, na Argentina, cruza a Cordilheira dos Andes e chega à capital do Chile. Uma rota recheada de aventura, história, paisagens fantásticas, além de bons vinhos. Calcule 15 dias para o trecho de ida, dividido entre períodos na estrada e descanso/passeios nos pontos de parada. Para uma viagem de 3 semanas, é garantia de muitas emoções e boas lembranças!

Camel caravan. Libya Sahara sandy desert Mourzouk Erg.

2) Rota 66 – de Chicago até Santa Mônica, perto de Los Angeles, EUA. A mítica estrada, imortalizada por clássicos como “On the Road” de Jack Kerouac, tem quase 4.000 quilômetros e corta os Estados Unidos de leste a oeste, passando por Missouri, Kansas, Oklahoma, New Mexico, Arizona, Nevada e Califórnia. Apesar da rota original ter sido desviada (e muitos trechos não existirem mais), é sensacional ver os ícones ao longo da estrada, como o Rancho Cadillac com seus carros pichados enterrados no chão, e o Motel Wigwam, em Holbrook, que ainda opera, cujos quartos tem formato de cabana de índio. Uma viagem interessantíssima, que pode incluir paradas no Grand Canyon e em Las Vegas; indicada para famílias e aventureiros em geral, para 2 semanas de muita diversão!

Glacier Express in Goms valley in summer

 

3) Glacier Express – de Zermatt até St. Moritz, Suíça. Clássica viagem de trem, existente desde 1930, que ao longo de 275 quilômetros, 91 túneis e passos montanhosos, oferece paisagens espetaculares, incluindo picos nevados, vales profundos, lagos e geleiras. Ideal para ser percorrida no inverno europeu (de dezembro a abril) em 1 ou 2 dias, a rota permite paradas interessantes como Chur, cidade mais antiga da Suíça, com ruas de pedra e igrejas que remontam ao século XII, e Goms, vilarejo charmoso com chalés de madeira próximo da geleira de Aletsch, fantástica obra da natureza com 23 km de extensão, considerada a maior geleira dos Alpes. Uma viagem perfeita para quem gosta de esquiar ou de curtir o frio nas montanhas da Europa.

Para estas e outras aventuras pelo mundo, conte com a consultoria e roteiros personalizados da TravelBox. Boas viagens!

maria

Leave a Reply